Com o objetivo de premiar as ações corporativas sustentáveis, o Instituto Chico Mendes entregou, em dezembro, em São Paulo, troféus às empresas selecionadas no Programa de Certificação Pela Responsabilidade Socioambiental (Procer). Na área de mineração, a gaúcha Somar (Sociedade Mineradora), uma das maiores produtoras de areia no País, foi a ganhadora. A companhia, que atende o setor de construção civil de Porto Alegre (RS), tem uma produção anual de 3,7 milhões de toneladas de areia.

Além da mineradora, outras 59 empresas, de diferentes setores produtivos, obtiveram a pontuação necessária para receber o aval da premiação e a autorização para a utilização do Selo Verde. A premiação abrange a gestão responsável pública e privada, empreendimentos sustentáveis, produtos ecologicamente corretos e ações de destaque na área socioambiental. Ao longo do ano, as empresas são analisadas por técnicos do instituto dentro de critérios que levam em consideração o potencial de poluição e grau de utilização de recursos naturais.

No evento, especialistas debateram o tema Resíduos Sólidos – Perspectivas e Oportunidades. Foram conhecidos também os ganhadores do 2° Prêmio Chico Mendes de Jornalismo Socioambiental que reconhece a importância da comunicação na geração de uma nova realidade socioambiental do País.

Fonte: Redação MM