A segunda maior produtora de ouro da Rússia, Peter Hambro Mining, está em contato com diversas siderúrgicas chinesas em busca de recursos para desenvolver os depósitos de ferro de Garinskoye, compradas da Aricom. Para reduzir os custos para abaixo de US$ 1 bilhão, a parceira chinesa pode trocar seu investimento por minério de ferro, ou a mineradora pode comprar equipamentos produzidos na China com financiamento local. A China continua firme na sua proposta de reduzir o preço do minério de ferro em 45%, recusando o corte de 30% negociado pela siderúrgica japonesa com a Rio Tinto.


Fonte: Padrão