Durante a execução da primeira fase do Projeto “Avaliação do potencial de fosfato no Brasil: Oeste da Bacia dos Parecis/RO” em 2015, foram relatados os primeiros indícios de fosfato sedimentar na Bacia dos Parecis. As ocorrências de fosfato se localizam na região sudeste do Estado de Rondônia, a cerca de 450 km de Porto Velho.
Os indícios foram identificados em afloramentos e em testemunho de sondagem. Os estudos estão sendo conduzidos por pesquisadores da Diretoria de Geologia e Recursos Minerais (DGM) da CPRM, na residência de Porto Velho (REPO), sob supervisão do Chefe do Projeto Fosfato Brasil, Marcelo Esteves Almeida, da SUREG-MA.
Os trabalhos foram desenvolvidos por meio da integração dos dados bibliográficos, pela execução de trabalhos de campo na Bacia dos Parecis e pela descrição detalhada do furo PB-01-RO de 940 metros de profundidade, disponível na litoteca da REPO. Até agora já foram realizadas três campanhas de campo para investigação geológica de superfície totalizando 444 pontos visitados e aproximadamente 8.000km de caminhamentos na bacia.
 

Técnico da DGM realizando medições litoquímicas na frente de lavra da mina da Companhia de Mineração de Rondônia

Foi dada prioridade para cachoeiras, frentes de lavra e diversos cortes de estrada, onde se pôde acessar boas exposições rochosas, visando um melhor entendimento do empilhamento das unidades litoestratigráficas da bacia. O equipamento de Fluorescência de raios X portátil (pXRF) foi uma ferramenta importante na determinação preliminar dos teóres de P2O5 nos afloramentos visitados, bem como dos intervalos de profundidade do furo PB-01-RO.
Os pesquisadores envolvidos no projeto em Rondônia estão animados com a descoberta inédita, mas salientam a importância de estudos adicionais para melhor compreensão dos teores registrados. Os dados apresentados são preliminares e precisam de detalhamento, o que deverá ocorrer em 2016 com a continuidade do projeto.
O Informe Técnico é uma iniciativa da Diretoria de Geologia e Recurso Minerais da CPRM e tem como objetivo informar sobre descobertas relevantes durante a execução de projetos realizados pela empresa no país. A cada edição, o Informe conta com corpo de revisores especialistas no tema ou área enfocados.
O texto completo do informe mineral já está disponível no site do Repositório Institucional do Serviço Geológico do Brasil –Rigeo.
Fonte: Redação MM[themoneytizer id=24055-28]