Medições precisas de equipamento podem ser controladas remotamente e em tempo real, atendendo às exigências de mineradora

O engenheiro Luiz Henrique Jorge Machado, diretor de desenvolvimento da LLK Engenharia, apresentou a palestra “Densímetro não radioativo com amostragem a vácuo para líquidos na mineração” durante o VII Workshop Redução de Custos na Mina e na Planta da revista Minérios & Minerales. O projeto, aplicado na unidade da Samarco em Mariana (MG), contemplou o desenvolvimento de um densímetro-amostrador, não radioativo, para dutos fechados e calhas abertas, com alta precisão e controle de informações on-line.

O equipamento é composto por tanque de amostragem; painel atuador e painel controlador, podendo ser aplicado para qualquer tipo de líquido. O densímetro faz a coleta automaticamente, não necessitando de operador. Os resultados são obtidos diretamente no supervisório central ou localmente. O densímetro dispõe os dados on-line da densidade durante todo o tempo através das etapas de coleta, medição e descarte do material. Já o amostrador, coleta a amostra conforme programação do usuário e reserva essa amostra em um recipiente fechado.

“Esse trabalho foi uma solicitação de um cliente, que necessitava de um densímetro com estas características. O equipamento foi desenvolvido em 18 meses. Sua instalação e manutenção são simples”, ressalta Machado.


Luiz Henrique Machado, diretor de Desenvolvimento da LLK Engenharia

Os aparelhos foram instalados em dois locais da unidade, na saída do rejeito da planta, que segue para as calhas da mineradora, e na célula de flotação. O densímetro, equipado com medidor de nível a laser, faz a medição a cada 1 minuto e meio.

“O grande diferencial do densímetro-amostrador é sua aplicação para calhas abertas ou dutos fechados, sem utilizar meios radioativos”, destaca o engenheiro.

Fundada em 2008, a empresa atua na área de automação, balanceamento e análise de vibrações. A companhia realiza ainda serviços de acústica industrial (utilizando software próprio), termografia e alinhamento de equipamentos rotativos. Para as análises dinâmicas estruturais são utilizadas análises modal, ODS (Operational Deflection Shape) e extensometria.

Nos últimos anos, a companhia forneceu mais de 200 unidades do sistema anti-rasgo e anti-desalinhamento de correias LLK-Radec para Samarco, Vale, Yamana, ArcellorMital, entre outros. A empresa atua também na área de pesagem industrial, com a fabricação de balanças tridimensionais, além de piezômetros e permeabilímetros automáticos.

Machado comentou sobre a importância do workshop para a atualização de novas tecnologias e desenvolvimento do setor de mineração. “É uma oportunidade para que as mineradoras possam se atualizar e conhecer como as outras empresas estão atuando, visando otimizar seus processos e, assim, reduzir os custos de produção. Com essas apresentações, ideias, aplicações surgem muitas possibilidades de negócios aos participantes do evento”, conclui.

Fonte: Revista Minérios & Minerales